logo.gif









Cantigas de Roda
As Cantigas de Roda, também chamadas de cirandas pelo costume de serem entoadas em brincadeiras infantis formadas em círculo, fazem parte do folclore brasileiro e são frequentemente executadas em escolas, parques e outros espaços.

Elas são conhecidas por serem músicas extremamente simples de serem executadas e coreografadas, com rimas que facilitam a memorização e compreensão. De cunho popular, as cantigas foram criadas e transmitidas de geração em geração, utilizadas para representar alguma brincadeira, ou simplesmente para serem cantadas como uma maneira diversão.

Geralmente, as cantigas de roda são criadas por anônimos e frequentemente modificadas e adaptadas à novas músicas e melodias.

Por serem adaptações de canções existentes em uma certa época, portando de autoria indefinida, as cantigas de roda são de domínio público, ou seja, pertencem às tradições de um povo. As letras são baseadas em peças folclóricas e mergulhadas na temática infantil, tornando-se elementos fundamentais para o enriquecimento cultural.
 
Origem e Características das Cantigas de Roda

 

A prática das cantigas de roda está completamente atrelada ao aspecto cultural brasileiro. Porém, os fatores de sua origem estão ligados aos países europeus como Portugal e Espanha, incorporando elementos também da cultura africana e indígena.

Não existem indícios capazes de detectar com precisão a data e por quem algumas cantigas foram criadas. Elas são modificadas e readaptadas de acordo com a realidade do grupo

de pessoas que as canta, ou também de acordo com a característica da cultura local. Constantemente são criadas novas cantigas de roda em todo o Brasil.

De acordo com os estudos de  Luís da Câmara Cascudo, um dos mais respeitados pesquisadores do folclore e da etnografia no Brasil, as cirandas são transmitidas oralmente, abandonadas em uma geração e reerguidas em outra. Elas tornam-se populares à medida que sua utilização pelas crianças aumenta, criando um retrato da própria nação. Além de serem extremamente importantes para o desenvolvimento cultural, descrevendo os costumes, festas, comidas, flora, fauna e crenças típicas de uma localidade, elas estabelecem uma interação entre o imaginário infantil e a realidade.

Uma das características mais comuns nas cantigas de roda é o uso de uma letra simples, fácil de memorizar, repleta de rimas, repetições, trocadilhos e trava-línguas. Os temas mais retratados são a vida de animais, utilizando episódios fictícios para comparar a realidade humana à realidade daquela espécie, histórias engraçadas e divertidas representadas por objetos que criam vida, e aquelas que falam de amor.

Destacam-se também, em relação ao repertório das cantigas de roda, as canções que falam de violência ou medo. Essas músicas, com o passar dos tempos, sofreram algumas alterações, pois as pessoas se preocuparam com a influência e o poder de induzir a mente da criança. Um exemplo é a modificação da cantiga “Atirei o pau no gato”, onde o maltrato aos animais é identificado como uma atitude ilegal e criminosa.

 

Quem vai fazer uma festa de aniversário para o filho, pode escolher várias cantigas de roda para tocar. Aproveite e confira informações sobre Festas Infantis em Brasília.

 

 

dreamstime_15609859a.jpg

Cantigas de Roda
Principais Cantigas
Projetos e Importância
Fale Conosco
Mapa do Site